2018

vaga viva!

A Vaga viva, Parklet, é um mobiliário urbano destinado a ampliar o espaço da calçada para pedestres e ciclistas, dispondo de bancos, mesas, paraciclos e floreiras. Em Curitiba o conceito foi propagado pela ONG Cicloiguaçu que em 2014 iniciou uma série de ocupações espontâneas de vagas de estacionamento, provocando a reflexão do uso do espaço público quanto aos benefícios e ao convite que o mobiliário faz aos transeuntes habitarem a

A Falha de San Lorenzo

Em Curitiba, na quadra seguinte do Parque São Lourenço, no endereço “Rio Belém Norte,” a rua, que dá acesso (motorizado) a algumas casas, e por onde passa um importante eixo cicloviário, está sendo engolida pelo Rio Belém. Foi feita uma perícia pela extinta Coordenação de Mobilidade Urbana da Setran, setor que operava na gestão anterior, e foi observado que o problema ocorre pois verte e escorre água da área verde

Greca: que projeto mal feito!

Hoje, 28 de março de 2018, foi inaugurada a linha Santa Cândida – Praça do Japão, em Curitiba. Para que a operação da nova linha seja possível, a Praça do Japão recebeu ajustes a fim de acomodar um retorno para ônibus biariculados. A prefeitura diz que a obra deve atender 36 mil pessoas. Não foi apresentado documento sobre essa suposição ou estimativa, e que explicasse, ainda, como foram definidos os

Calçada Verde: Al. Cabral / Al. Dr. Carlos de Carvalho

As calçadas verdes, infraestruturas de interim design strategies (GDCI & NACTO, 2016), algo como “estratégias de design de transição,” foram implementadas em Curitiba, em Março de 2016, visando aprimorar a segurança viária. Em Fevereiro de 2018, a Prefeitura de Curitiba removeu a infraestrutura, implementada na gestão anterior, sem consultar a população, entidades, realizar pesquisa ou apresentar documento de qualquer natureza que justificasse essa remoção, com o pretexto de que as

Centro Cívico em Curitiba +Acessível +Seguro +Humano

Muitos locais no bairro Centro Cívico, em Curitiba, urgem por soluções de desenho viário. O documento apresenta uma série de medidas, propostas pela Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu, a Cicloiguaçu, para alguns desses locais. São soluções com potencial para proporcionar um trânsito mais seguro, acessível e sustentável; a fim de evitar colisões ou atropelamentos, evitar mortes e reduzir danos, caso colisões ou atropelamentos ainda ocorram. As medidas propostas são

1º Encontro de Formação do Corpo Técnico 2018

A Nova Gestão da Cicloiguaçu 2018-2020 está se renovando! Uma das principais formas de entender a dinâmica do uso da bicicleta e explorar seus benefícios é desenvolvendo projetos, estudos, ações e debatendo o tema. Para atuar de forma propositiva na discussão sobre o  uso da bicicleta no contexto da mobilidade de grandes cidades, buscamos interessadxs em participar de novos projetos! Contagem Digital de Bicicletas Por volta de 2 anos atrás

Contagem Digital de Fluxo de Ciclistas

QUANTAS PESSOAS DE BICICLETA PASSAM POR AQUI? ESTUDOS E LEVANTAMENTO DE DADOS SÃO FUNDAMENTAIS PARA O PLANEJAMENTO URBANO. A  CICLOIGUAÇU ESTÁ TRABALHANDO PARA ADAPTAR LOCALMENTE UM PROJETO DA LAB/PRODAM-SP QUE PERMITE FAZER A CONTAGEM AUTOMÁTICA POR COMPUTADOR DO FLUXO DE CICLISTAS. UTILIZANDO TECNOLOGIA ACESSÍVEL EM 2018 E COM UMA SIMPLES CÂMERA E SOFTWARE, PODEREMOS CONTRIBUIR NAS ANÁLISES, PROJETOS E POLÍTICAS PÚBLICAS DA REGIÃO! COMO AJUDAR? TÉCNICO Gosta de tecnologia? O